HOJE
Quinta-Feira

01Jun

As Novas administrações Municipais na Região

 




Passados mais de cem dias do ano, e como é de costume em nosso país os gestores comemorarem os primeiros feitos administrativos de suas gestões, observamos que poucas foram as cidades onde os prefeitos ocuparam os espaços midiáticos para divulgarem ou comemorarem a data. No estado, excetuando-se os prefeito da capital  João Pessoa e  o de Campina Grande, ambos pretensos candidatos ao governo, os demais pouco apareceram com suas propagandas.

 Na verdade o tempo é pouco para já estarmos cobrando obras, projetos ou soluções para problemas de maior complexidade. É preciso “arrumar a casa” dizem alguns, enquanto outros começam a cortar possíveis excessos que praticaram em busca da reeleição. O certo é que nossas cidades precisam de administradores que muito mais que um projeto político ou simplesmente de poder, tenham uma visão de que a máquina pública precisa funcionar com eficiência, que estabeleçam metas a serem perseguidas e que tenham um projeto de governo que seja cumprido em sua maior parte ao final da gestão. Não se admite mais que pagar salário em dia, manter a limpeza pública e a iluminação da cidade sejam considerados grandes feitos de um gestor.

Isso nada mais é que um dever elementar de qualquer administração. Os munícipes esperam dos administradores soluções concretas e imediatas para as principais demandas que afligem as cidades e que são de competência do município, como saúde, educação, saneamento, dentre outros. Não adianta querer terceirizar a responsabilidade culpando os governos federal e estadual por problemas que devem ser solucionados pelas administrações locais. Falta de recursos também não é justificativa. Aqueles que colocaram seus nomes à disposição do povo nas eleições e lograram êxito devem agora arregaçar as mangas e mostrar trabalho, disposição, responsabilidade, compromisso como povo, criatividade, enfim devem empreender seus melhores esforços em favor da coletividade e do bem comum.

A paciência e tolerância do brasileiro estão cada vez menores e colocar a culpa no passado ou nas gestões anteriores não justificará a possível incompetência de quem não der conta do recado. A não reeleição de muitos prefeitos mostra o quanto o eleitor não perdoa aqueles que não cumprem suas promessas. Torçamos para que as administrações municipais das cidades de nossa região sejam exitosas, para que tenhamos dias melhores nas cidades de nossa região.

 

Adeilson dos Santos

Advogado